09:15 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    409
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o senador Fernando Collor é "um homem que luta pelo interesse do Brasil". A declaração foi feita nesta quinta-feira (5) durante inauguração de uma obra de abastecimento de água em Piranhas, no sertão de Alagoas.

    Bolsonaro também disse que partiu dele próprio o convite para que o ex-presidente participasse do evento.

    "Eu fiz um convite e ele aceitou. E com muita satisfação está integrando essa comitiva, o nosso senador Fernando Collor. Também, um homem que luta pelo interesse do Brasil e também, em especial, pelo seu estado", disse Bolsonaro, citado pelo Jornal O Globo.

    Após o evento em Piranhas, Collor (Pros-AL) escreveu um tweet em que agradece o apoio do governo federal ao estado de Alagoas.

    Collor é réu da Lava Jato, em ação penal em que é acusado de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa. A denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) afirma que Collor pediu e recebeu mais de R$ 30 milhões em propina entre 2010 e 2014, em negócios envolvendo a BR Distribuidora, subsidiária da Petrobrás que tinha dois diretores indicados pelo senador. A Polícia Federal realizou um mandado de busca no endereço de Collor no último dia 21 de outubro, em investigação de outro esquema de propina para obtenção de licenças ambientais.

    Em 1992, Collor foi o primeiro presidente brasileiro a sofrer impeachment, acusado de envolvimento em esquemas de corrupção e fraudes financeiras. O ex-presidente "diz não carregar mágoas nem sentimentos subalternos" sobre o processo de impedimento que sofreu. Bolsonaro, que à época era deputado federal, votou a favor do pedido de impeachment contra Collor e chamou o então presidente de mentiroso.

    "Aprendi, na caserna, que o chefe que mente não merece credibilidade. E o senhor presidente da República, chefe supremo das Forças Armadas, não deixa de ser um grande mentiroso", disse na ocasião, conforme noticiado pelo portal G1.

    No mesmo evento em Piranhas, Bolsonaro também fez declarações a Arthur Lira (PP-AL). O deputado federal, que também é réu por corrupção no Supremo Tribunal Federal (STF), foi descrito pelo presidente como uma "pessoa sempre pronta, sempre alerta a trabalhar pelo seu estado" e que "é muito importante para a nossa articulação política".

    "Falta uma pessoa também da nossa articulação política na Câmara dos Deputados, que é um alagoano, é o prezado deputado Arthur Lira. Mais do que fazer articulação, é uma pessoa sempre pronta, sempre alerta a trabalhar pelo seu estado", afirmou o presidente, ainda de acordo com O Globo.

    Lira, que é um dos principais aliados de Bolsonaro no Congresso, participaria do evento em Piranhas, mas testou positivo para o coronavírus e não compareceu.

    Mais:

    'Impeachment de Bolsonaro' é um dos assuntos mais comentados no Twitter
    Bolsonaristas entram na onda de propagação do slogan de Trump e deixam muita gente confusa
    Após Câmara, veto de Bolsonaro à desoneração de folha de pagamento é derrubado no Senado
    Tags:
    governo federal, Brasil, Alagoas, impeachment, Fernando Collor, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar