04:38 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    411
    Nos siga no

    Após anunciar decreto que autorizava estudos para abrir as Unidades Básicas de Saúde (UBS) à iniciativa privada, o governo recuou diante das críticas e revogou a medida na última quarta-feira (28).

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, negou nesta quinta-feira (29) que havia um plano da equipe econômica de privatizar o Sistema Único de Saúde (SUS).

    Ao participar de uma audiência pública do Congresso Nacional sobre o combate à COVID-19, o ministro afirmou que a privatização do SUS seria uma "insanidade".

    "Jamais esteve sob analise privatizar o SUS, seria uma insanidade falar isso. Seria como o setor privado ajudar. Vamos fazer o que o setor privado pode fazer. Não entrou em nossa consideração invadir a área de saúde para privatizar, jamais", disse o ministro.

    Anunciado na última terça-feira (27), o decreto que permitia que o Ministério da Economia estudasse a inclusão do SUS no Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI) foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro Paulo Guedes.

    Depois de receber muitas críticas, o governo recuou e revogou o documento. Na última quarta-feira (28), Bolsonaro disse que a simples leitura do texto publicado "em momento algum sinalizava para a privatização do SUS".

    Mais:

    Governo não estenderá auxílio emergencial para 2021, revela Paulo Guedes
    Bolsonaro cancela indicação para Anvisa de suspeito de irregularidades no Ministério da Saúde
    Guedes diz que Brasil se saiu bem no combate à crise e só perdeu 1 milhão de empregos
    Ministro da Saúde diz que está em andamento processo para SUS oferecer remédio à base de canabidiol
    Números de Guedes não refletem realidade sobre emprego no Brasil, avalia socióloga
    Tags:
    SUS, Ministério da Economia do Brasil, economia, Ministério da Saúde, saúde, governo, Jair Bolsonaro, Paulo Guedes
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar