17:08 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    111
    Nos siga no

    Os incêndios que há meses atingem parte do Pantanal já destruíram 3,461 milhões de hectares.

    O governo do Mato Grosso do Sul divulgou na tarde desta quinta-feira (1º) um boletim com informações sobre a situação. Somente no estado, o bioma já perdeu 1,408 milhão de hectares. Além disso, no Mato Grosso, as chamas consumiram outros 2,053 milhões de hectares, informou Agência Brasil.

    Dessa forma, a área incinerada equivale a 34,6 mil quilômetros quadrados. Um território maior que o estado de Alagoas, com seus 27,8 mil km².

    Os dados foram apresentados pelo chefe do Centro de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros do Mato Grosso do Sul, tenente-coronel Waldemir Moreira Júnior.

    "Desde março, extrapolamos a máxima histórica mensal de focos de calor no Pantanal", disse Moreira à Agência Brasil, comparando os 18.259 focos de calor registrados no bioma entre 1º de janeiro e ontem, 30 de setembro, com os 12.536 focos registrados no mesmo período de 2005, pior resultado até então.

    "Este ano já superamos o recorde histórico. E tudo indica que em outubro não será diferente", acrescentou Moreira.

    Segundo o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul (Cemtec-MS), a forte onda de calor e a baixa umidade devem persistir por pelo menos mais dez dias, em todo o estado.

    Mais:

    Refugiadas do Pantanal: onças recebem tratamento após incêndios devastadores
    Pantanal registra em setembro maior número de focos de incêndios desde 1998, aponta INPE
    Pantanal registra pior ano em número de queimadas desde 1998, diz INPE
    Tags:
    Brasil, Pantanal, incêndios florestais
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar