02:37 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil no início de outubro (21)
    7112
    Nos siga no

    O governo federal repassou R$ 7,5 milhões que eram destinados à compra de testes para a COVID-19 para um programa social liderado pela primeira-dama Michelle Bolsonaro.

    De acordo com as informações publicadas pela Folha de S.Paulo, a empresa Marfrig, um dos maiores frigoríficos de carne bovina do país, anunciou em 23 de março que doaria o valor de R$ 7,5 milhões ao Ministério da Saúde para a compra de 100 mil testes rápidos do novo coronavírus.

    Posteriormente, no dia 1º de julho, o governo Bolsonaro teria consultado a empresa se a verba poderia ser usada para outros fins relacionados com a pandemia da COVID-19, não mais para testes. Com isso, os recursos foram transferidos para a Arrecadação Solidária, que está vinculado ao programa Pátria Voluntária, liderado por Michelle Bolsonaro.

    A Marfrig informou que os detalhes sobre a transferência dos valores "com fim específico de aquisição e aplicação de testes de COVID-19" foram enviados à empresa no dia 20 de maio pela Casa Civil da Presidência através de uma comunicação oficial.

    Depois, a Marfrig alegou que foi consultada "sobre a possibilidade de destinar a verba doada não para a compra de testes por parte do Ministério da Saúde, mas para outras ações de combate aos efeitos socioeconômicos da pandemia de COVID-19, especificamente o auxílio a pequenos negócios de pessoas em situação de vulnerabilidade".

    "Como a ação estava diretamente ligada à mitigação dos danos causados pela pandemia, a Marfrig concordou com a nova destinação dos recursos doados", disse a empresa, citada pela reportagem.

    Na última quarta-feira (30), foi divulgado que o programa beneficente liderado pela primeira-dama teria repassado recursos de doações de empresas privadas a instituições evangélicas de aliados da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves.

    Tema:
    Coronavírus no Brasil no início de outubro (21)

    Mais:

    EUA suspendem testes de vacina contra COVID-19 da Inovio
    Bolsonaro não para de ser perguntado na web: por que Michelle recebeu R$ 89 mil de Queiroz?
    Johnson & Johnson realizará testes de fase 3 da vacina para COVID-19 no Brasil
    Hackers divulgam supostos dados de Michelle Bolsonaro nas redes
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar