00:51 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    242
    Nos siga no

    Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal cumprem na quarta-feira (30) mandado de busca e apreensão na residência do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), em Florianópolis.

    O mandado de busca e apreensão na Casa da Agronômica, onde mora o governador, foi expedido pelo Superior Tribunal de Justiça e é necessário para apurar a relação de Carlos Moisés com empresários que venderam aparelhos ao estado, afirma o MPF.

    O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, após reunião no Ministério da Economia (foto de arquivo)
    © Foto / Agência Brasil/Valter Campanato
    O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, após reunião no Ministério da Economia (foto de arquivo)

    O contrato sob suspeita é da compra de 200 respiradores para enfrentamento da pandemia da COVID-19 no estado por R$ 33 milhões pagos antecipadamente pelo governo de Carlos Moisés em março. Os aparelhos nunca foram entregues.

    A operação cumpre mais mandados em Santa Catarina, também em propriedades de dois ex-integrantes do governo, que não tiveram os nomes informados, informa a Procuradoria Geral da República.

    Mais:

    Marco Aurélio suspende inquérito que apura suposta interferência de Bolsonaro na PF
    PF e autoridades estaduais apuram causas de incêndios no Pantanal
    Moro é intimado a depor pela PF em inquérito sobre atos antidemocráticos
    Após ser intimado a depor, Boulos diz que sonho de Bolsonaro é 'transformar PF numa Gestapo'
    Tags:
    Santa Catarina, Ministério Público, Polícia Federal - PF, Polícia Federal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar