07:22 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    6216
    Nos siga no

    Após chegar no domingo (20) de navio no porto de Navegantes, em Santa Catarina, o primeiro dos 36 caças Gripen F-39 adquiridos pelo Brasil voará para São Paulo, provavelmente já neste fim de semana. 

    A compra dos caças suecos F-39 Gripen E/F faz parte de acordo assinado em 2013. No último dia 20 de agosto, o major Aviador Cristiano de Oliveira Peres, piloto de provas da Força Aérea Brasileira (FAB), realizou, na Súécia, o primeiro voo de um piloto brasileiro com o modelo. 

    A aeronave decolou do aeródromo da Saab, empresa responsável pela construção do caça, e sobrevoou o mar Báltico por aproximadamente 50 minutos. A atividade faz parte da verificação das qualidades de voo e pilotagem da aeronave. O voo inaugural do caça ocorreu no ano passado, também na Suécia. 

    Major aviador Cristiano de Oliveira Peres, piloto de provas da Força Aérea Brasileira (FAB), se prepara para realizar, na Suécia, primeiro voo de um piloto brasileiro no novo caça F-39 Gripen E
    ©Divulgação SAAB
    Major aviador Cristiano de Oliveira Peres, piloto de provas da Força Aérea Brasileira (FAB), se prepara para realizar, na Suécia, primeiro voo de um piloto brasileiro no novo caça F-39 Gripen E

    Como o caça ainda está em fase de testes e deve ser equipado com novos instrumentos antes de ser incorporado à frota da FAB, o modelo veio de navio para o Brasil, e não voando. Além disso, o transporte via mar era mais barato e seguro. 

    "Por ser uma aeronave em fase de testes, sua operação deve ser executada em ambientes controlados, sempre buscando a máxima segurança do piloto e da máquina. Os voos de testes na Suécia foram iniciados a partir de agosto de 2019 e, recentemente, o mesmo avião decolou pela primeira vez comandado por um oficial da FAB", informou a assessoria da Saab do Brasil por meio de nota, segundo publicado no portal G1. 

    Apresentação oficial em 23 de outubro

    De acordo com a empresa e FAB, a apresentação oficial da aeronave só deve ser realizada oficialmente em 23 de outubro, em Brasília, no Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira. 

    A primeira unidade do caça, matrícula FAB4100, foi transportada no navio Elke, de bandeira de Antígua e Barbuda, que deixou o porto sueco de Norrkoping em 29 de agosto. Do porto de Navegantes, a aeronave será levada para o aeroporto da cidade catarinense. 

    O caça F-39 E será rebocado pelas ruas do município após liberação da Receita Federal. No aeroporto, técnicos da Saab e da Embraer vão realizar a montagem final e testes no caça. Por meio do Twitter, o brigadeiro da FAB Baptista Junior divulgou um vídeo da aeronave sendo içada em uma área reservada do navio, para ser retirada da embarcação.

    ​Gripen voará para Gavião Peixoto, em São Paulo

    O brigadeiro Baptista Júnior também registrou o momento em que o caça é preparado para tocar o solo brasileiro em terra firme. 

    ​Do local, o Gripen voará para Gavião Peixoto, em São Paulo, onde fica fábrica da Embraer que, no futuro, produzirá as versões nacionais do caça. Dos 36 modelos comprados pelo governo brasileiro, no valor atualizado de R$ 24,4 milhões, 15 serão produzidos na cidade paulista.  A previsão é de que o avião estará em operação no segundo semestre de 2021. 

    "A primeira aeronave F-39E Gripen será empregada nas atividades de desenvolvimento conjunto a serem realizadas no parque industrial brasileiro, por cooperação entre a Saab e as empresas nacionais selecionadas como beneficiárias no programa de transferência de tecnologia", afirmou a Saab.

    Mais:

    Saab pode fechar contrato bilionário de fornecimento de 114 Gripen à Índia, segundo mídia
    Saab envia caças Gripen E para testes de combate na Finlândia (VÍDEO)
    Pedido e desenvolvido com o Brasil, caça sueco Gripen F começa a tomar forma (VÍDEO)
    Primeiro caça Gripen da FAB deve chegar ao Brasil em setembro
    Tags:
    Santa Catarina, São Paulo, Embraer, navio, forças armadas, Gripen, caça, Força Aérea Brasileira (FAB), SAAB, Suécia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar