21:52 19 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil em meados de setembro (42)
    0 20
    Nos siga no

    A taxa mensal de ocupação de leitos para COVID-19 em hospitais de 52 operadoras privadas de planos de saúde caiu para 57% em agosto de 2020.

    Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (18) no Boletim COVID-19 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que monitora informações assistenciais e econômico-financeiras do setor durante a pandemia, informou Agência Brasil.

    A taxa mensal de ocupação de leitos inclui enfermaria e unidades de terapia intensiva (UTI) destinadas exclusivamente ao tratamento da COVID-19. O percentual atingiu o pico de 61% em maio, e nos dois meses seguintes manteve-se em 59%.

    Apesar da demanda por atendimento em função da pandemia, a taxa geral de ocupação de leitos vem se mantendo abaixo da registrada no ano passado desde fevereiro.

    Incluindo os leitos destinados a todos os atendimentos, a ocupação em abril chegou a 51%, uma diferença de mais de 20 pontos percentuais em relação aos 72% registrados em abril de 2019. Essa disparidade vem diminuindo desde então, e chegou a 7 pontos percentuais em agosto, quando a ocupação de leitos foi de 65% em 2020, contra 72% em 2019.

    A ANS informa ainda que julho de 2020 foi o primeiro mês, desde março, em que não houve queda no número de beneficiários de planos médico-hospitalares. A variação em relação a julho foi de +0,1%, elevando o número de beneficiários para 46,8 milhões.

    A média de internação para um paciente com COVID-19 em unidades de terapia intensiva chegou a 12,7 dias em agosto, com custo de R$ 46.695. Em julho, as médias eram de 10,9 dias e R$ 42.991.

    Tema:
    Coronavírus no Brasil em meados de setembro (42)

    Mais:

    Para engenheiro da UFF, COVID-19 atrasará eventual avanço do 5G no Brasil
    Taxa de transmissão da COVID-19 cai para menos de 1 no Brasil; mortes ultrapassam 133 mil
    Brasil tem 967 mortes em 24h e passa de 134 mil óbitos por COVID-19, segundo consórcio
    Tags:
    saúde, COVID-19, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar