06:04 04 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    6102
    Nos siga no

    O governo brasileiro estuda impedir a exibição do filme "Cuties", cujo nome no Brasil é "Lindinhas", por supostamente sexualizar crianças. 

    A ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, publicou no Twitter nesta segunda-feira (14) que foi feito um estudo sobre "que medidas podem ser tomadas" contra a obra. A postagem acompanha um texto da revista Veja que afirma que a ministra "mobilizou seus assessores jurídicos do governo para buscar todos caminhos possíveis para proibir a exibição da obra no país".

    O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) também criticou o filme em suas redes sociais. 

    Nos Estados Unidos, o senador republicano Ted Cruz enviou carta ao Departamento de Justiça em que pede uma investigação contra a Netflix e seus executivos pela possível violação da legislação local e a distribuição de pornografia infantil. 

    O filme francês, premiado no prestigiado Festival de Sundance, é estrelado pela atriz de 11 anos Fathia Youssouf e mostra a jornada da menina que mora em um subúrbio de Paris e frequenta o grupo de dança de sua escola. 

    A Netflix afirmou em nota obtida pela agência de notícias Associated Press que a obra é "um comentário social contra a sexualização de crianças".

    Mais:

    Abstinência sexual: 'guerra santa' de Damares, sombra dos EUA e gravidez na favela
    Poucos moradores de rua têm COVID-19 no Brasil, pois ninguém pega na mão deles, diz Damares
    Damares anula 295 anistias concedidas por perseguição política na Ditadura Militar
    Damares omite dados de violência policial para blindar governo de protestos, diz analista
    Tags:
    pedofilia, filme, Netflix, Brasil, Damares Alves
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar