10:08 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    240
    Nos siga no

    A estimativa para a safra nacional de grãos, que já seria recorde, foi elevada mais uma vez em agosto e deve chegar a 251,7 milhões de toneladas em 2020, ficando 4,2% acima da safra de 2019.

    Os dados são resultado do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de agosto, divulgado nesta quinta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    O instituto destaca que a soja e o café devem atingir neste ano seus patamares mais altos de produção na série histórica do IBGE.

    A produção de soja deve totalizar 121 milhões de toneladas, o que representa aumento de 6,6% em relação à safra do ano anterior.

    "A escassez de chuvas no Rio Grande do Sul entre dezembro e maio, prejudicou grande parte das áreas produtoras de soja e influenciou diretamente o rendimento médio do grão, que teve queda de 40,7% na comparação com a média estadual de 2019. Mesmo assim, a produção da leguminosa continua em alta no país, com destaque para o Mato Grosso do Sul, que informou aumento de 7,5%", disse Carlos Barradas, analista de Agropecuária do IBGE, citado no site da instituição.

    No caso do café, estima-se uma safra de 3,6 milhões de toneladas, 19,4% maior que a do ano passado.

    "As chuvas foram abundantes nas principais unidades da federação produtoras, devendo o Brasil colher uma excelente safra do café arábica, importante para que mantenha a hegemonia na produção mundial. O dólar valorizado e a boa qualidade da produção neste ano podem possibilitar ao País alavancar as exportações do produto e recuperar mercados importantes", acrescentou Carlos Barradas.

    A soja, o milho e o arroz são os três principais produtos da safra nacional de grãos, que, somados, representam 92,3% da estimativa da produção e respondem por 87,2% da área a ser colhida. Para o arroz, é esperado um acréscimo de 7,2% na produção, totalizando 11 milhões de toneladas do cereal.

    Cabe destaque ainda para o trigo, cuja estimativa de produção encontra-se 38,0% maior que a do ano passado, totalizando 7,2 milhões de toneladas, embora tenha sido reduzida em 2,1% em relação ao que era esperado no mês anterior. A região Sul deve responder, em 2020, por 90,0% da produção nacional desse grão.

    Mais:

    Responsabilidade dos supermercados na alta dos preços é limitada, opina economista
    Azar tomando conta de 2020: pior praga de gafanhotos em 27 anos destrói safra na Índia (FOTO, VÍDEO)
    IBGE prevê alta de 2,3% na safra de grãos em 2020
    Tags:
    Brasil, safra, grãos, IBGE
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar