14:50 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    132
    Nos siga no

    O ex-prefeito de Cocal (PI) José Maria Monção, do MDB, admitiu ter roubado do município ao criticar a atual gestão de Rubens Vieira (PSDB).

    José Maria Monção fez a "confissão" durante a convenção do partido neste domingo (6).

    "Fui prefeito três vezes, sei do sofrimento. Mas também não roubei o tanto que esse aí roubou, não. Esse é descarado, está afundando Cocal", afirmou José Monção.

    Monção ainda chegou a dizer que "se ele foi preso, tem um motivo".

    "Eu posso até ter tirado alguma coisa, dado pros pobres. Que na verdade ninguém pode ser tão sincero. Se eu tivesse sido tão direito, eu não tinha ido preso, né. Se eu fui preso, tem um motivo. O mais político que rouba, rouba para dar pro povo. É difícil o cara roubar para si. Agora esse daí não, roubou para ele. A maior mansão da cidade de Cocal é a dele", afirmou.

    ​José Maria Monção foi preso em 2009 e em 2015 acusado de participar de esquemas de corrupção quando era prefeito da cidade.

    Mais:

    Procuradores da Lava Jato em São Paulo pedem demissão coletiva
    Denunciado pelo MP, Alckmin diz que acusação é 'infundada' e jamais praticou corrupção
    MPF nega pedido de Flávio Bolsonaro para mudar data de acareação sobre suposto vazamento de operação
    Tags:
    desvio de dinheiro público, desvio de verbas públicas, desvio, roubo, prefeito, Piauí, corrupção, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar