20:24 19 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil lutando com COVID-19 no início de setembro (45)
    224
    Nos siga no

    Nesta terça-feira (1º) o ministro da Economia, Paulo Guedes, participou de audiência pública no Senado Federal após os anúncios da extensão com valor reduzido do auxílio emergencial e também dos dados do PIB.

    Mais cedo, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os dados do PIB do 2º trimestre deste ano, revelando uma queda recorde na economia brasileira de 9,7%. Com o resultado, o Brasil entrou oficialmente em recessão técnica.

    Guedes comentou o resultado com senadores e afirmou que aquilo era um registro do passado, mostrando otimismo em relação ao futuro da economia brasileira.

    "Como a luz das estrelas que vemos foram emitidas há milhões de anos atrás, o que você vê [nos dados divulgados do PIB] é um registro do passado com esse som que ouvimos agora", afirmou o ministro durante audiência pública com senadores, conforme publicou o G1.

    O chefe da pasta da economia acrescentou ainda que "o Brasil já está voltando a crescer" e que tem em mãos dados que apontam uma retomada econômica após a queda recorde em meio à pandemia do novo coronavírus.

    Em Brasília, Jair Bolsonaro acompanhado dos ministros Paulo Guedes (Economia) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), e de vários líderes partidários, durante pronunciamento para falar sobre a prorrogação do auxílio emergencial, em 1º de setembro de 2020.
    © Folhapress / Pedro Ladeira
    Em Brasília, Jair Bolsonaro acompanhado dos ministros Paulo Guedes (Economia) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), e de vários líderes partidários, durante pronunciamento para falar sobre a prorrogação do auxílio emergencial, em 1º de setembro de 2020.

    Guedes apontou uma estimativa de queda do PIB em 2020 entre 4% e 5% e reforçou o pedido de aprovação de reformas pelo Congresso Nacional.

    Mais cedo, durante o anúncio de extensão do auxílio emergencial até o fim do ano com o valor de R$ 300,00, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro anunciou que na quinta-feira (3) uma proposta de reforma administrativa será enviada pelo governo aos congressistas.

    Tema:
    Brasil lutando com COVID-19 no início de setembro (45)

    Mais:

    Agronegócio aumentará ainda mais participação no PIB do Brasil pós-pandemia, diz economista
    Após queda recorde do PIB, Bolsonaro anuncia auxílio emergencial de R$ 300 até o fim do ano
    IBGE: PIB do Brasil tem queda recorde de 9,7% no 2º trimestre
    Tags:
    COVID-19, Senado Federal, IBGE, Jair Bolsonaro, Paulo Guedes
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar