06:35 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no final de agosto (50)
    0 02
    Nos siga no

    O Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, anunciou que deve ter, no final de setembro, o primeiro voo internacional regular com destino a outro país da América do Sul desde que as ligações foram suspensas no início da pandemia da COVID-19.

    O voo vai fazer o trajeto entre a cidade do Rio de Janeiro e Santiago, no Chile, e será operado pela companhia aérea Sky. O voo será realizado às segundas e quintas, às 10h05, a partir de 28 de setembro.

    A concessionária Riogaleão informou, segundo a Agência Brasil, que está buscando incentivar as empresas aéreas para retomar seus voos internacionais no aeroporto.

    "Desde o início do decreto de emergência sanitária, o Riogaleão ativou o plano de enfrentamento à COVID-19, que incluiu ações de treinamento e prevenção com a comunidade aeroportuária, empresas de serviços auxiliares ao transporte aéreo demais prestadores de serviços. Com a retomada da movimentação no terminal, a concessionária colocou em prática uma série de medidas para garantir a segurança de passageiros e da comunidade aeroportuária", informou.

    Com o aumento do número de casos de COVID-19 no Brasil, o aeroporto viu 93% de suas ligações aéreas internacionais canceladas.

    Além da ligação com Santiago, estão previstas as retomadas de voos para Londres, pela British Airways, a partir de 26 de outubro (às segundas, quartas, quintas e sábados), e para Madri, pela Iberia, a partir de 1º de dezembro (às terças, quartas e sábados).

    Antes da pandemia, o aeroporto operava voos diários e semanais para 26 destinos internacionais.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no final de agosto (50)

    Mais:

    Com voos suspensos para Brasil e vários destinos, TAP Portugal enfrenta crise e futuro incerto
    Objetivo é retomar todas as rotas no Brasil, mas com menos voos diários, diz especialista em aviação
    Estados Unidos e União Europeia discutem retomada de voos internacionais, diz Pompeo
    Voos na pandemia: rotas aéreas ativas no Brasil são pouco mais da metade das de 2019, diz Anac
    Tags:
    novo coronavírus, pandemia, voos, Aeroporto do Galeão, aeroporto internacional Antônio Carlos Jobim, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar