14:01 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 04
    Nos siga no

    Na quarta-feira (26), o conselho administrativo da Petrobras aprovou a proposta de venda de sua parte restante, 37,5%, na BR Distribuidora.

    A decisão foi divulgada por meio de um comunicado que aponta que a oferta da parte da Petrobras na empresa será feita através de oferecimento público secundário de ações.

    A transação ainda precisa de aprovação interna na Petrobras e também da permissão de órgãos reguladores, como a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

    Logotipo da Petrobras no Aeroporto internacional de Cabo Frio, Rio de Janeiro, Brasil
    © Folhapress / Daniel Marenco
    Logotipo da Petrobras no Aeroporto internacional de Cabo Frio, Rio de Janeiro, Brasil

    Em nota, a Petrobras afirma que a decisão está voltada à "melhoria de alocação do capital da companhia".

    "Esta operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando a geração de valor para os seus acionistas", diz a nota.

    A distribuidora foi privatizada ainda em julho de 2019, quando a Petrobras decidiu reduzir sua participação na empresa, cedendo o controle da companhia. Anteriormente, a Petrobras detinha 71,25% da companhia, sendo que agora detém os 37,5% que pretende vender em breve. À época, a empresa vendeu a participação que lhe garantia o controle da BR Distribuidora por R$ 9,6 bilhões.

    Mais:

    Petrobras vende controle da BR Distribuidora
    'Bastava vender' Petrobras e BB para Brasil 'surfar', diz empresário que deixou cargo na Economia
    Petrobras perde liderança em receita para JBS pela 1ª vez em 22 anos
    Tags:
    BR Distribuidora, Petrobras
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar