00:36 01 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    1262
    Nos siga no

    Na manhã desta terça-feira (25), a Polícia Federal (PF) cumpre 27 mandados de prisão preventiva e dez mandados de busca e apreensão contra membros de uma facção criminosa.

    De acordo com os policiais, os líderes da facção pretendiam expandir a atuação no Rio de Janeiro, em parceria com outras facções que atuam no estado, cita o portal G1. 

    Segundo a PF, os líderes da facção pretendiam expandir a atuação no Rio de Janeiro, em parceria com outras facções que atuam no estado.

    Sede da Polícia Federal em Brasília.
    © Foto / Marcelo Camargo/Agência Brasil
    Sede da Polícia Federal em Brasília.

    A operação envolvendo os 27 mandados, expedidos pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Bangu, ocorre nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Minas Gerais, Pará e Mato Grosso do Sul.

    Além da tentativa de estabelecer uma base no estado carioca, a PF informou que os líderes do PCC e de seus aliados mantinham uma rede de comunicação por aplicativos de mensagens e redes sociais, onde mantinham contato através de perfis sem foto.

    "As diligências identificaram que os líderes, mesmo já presos, desempenhavam a 'gestão criminosa' a partir dos presídios estaduais, cumprindo ordens e tomando decisões da cúpula da organização", diz comunicado.

    Ao menos 19 dos 27 alvos de mandados de prisão da PF já tinham sido cumpridos.

    Mais:

    Polícia Federal diz ao STF que precisa do depoimento de Bolsonaro sobre acusações de Moro
    Polícia Federal entrega a Celso de Mello vídeo da reunião ministerial citada por Sergio Moro
    Polícia Federal realiza grande operação de buscas no Piauí
    Tags:
    PCC, facção criminosa, operação, Polícia Federal, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar