11:43 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 12
    Nos siga no

    O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, demitiu o coronel da Polícia Militar de São Paulo, Homero Cerqueira, da presidência do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade).

    O órgão é responsável pela gestão de 334 unidades de conservação federais. A exoneração foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (21), assinada pelo ministro da Casa Civil, general Walter Braga Netto.

    Segundo uma reportagem publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, Salles estava insatisfeito com uma série de palestras feitas por Cerqueira e da distribuição de medalhas a servidores para marcar os 13 anos de fundação do ICMBio. O ministro considerou a atitude uma autopromoção.

    Cerqueira foi comandante da Polícia Militar Ambiental do estado de São Paulo e em abril deste ano tinha sido nomeado para chefiar o ICMBio.

    O órgão foi criado em 2007 sob a função de propor, implantar, gerir, proteger, fiscalizar e monitorar as unidades de conservação instituídas pela União. Cabe ao ICMBio fomentar e executar programas de pesquisa, proteção, preservação e conservação da biodiversidade e exercer o poder de polícia ambiental para a proteção das unidades.

    Mais:

    Pazuello vai deixar comando de região militar no Amazonas
    Mourão convida DiCaprio para visitar Amazônia e diz que não há exportações ilegais na região
    Falta de chuvas e redução de cabeças de gado facilitaram incêndios no Pantanal, diz especialista
    Tags:
    Ricardo Salles, exoneração, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Brasil, Ministério do Meio Ambiente
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar