15:12 20 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    5135
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro acompanhou nesta quarta-feira (12), na Base Aérea de São Paulo, em Guarulhos (SP), a partida da comitiva brasileira em missão especial a Beirute, no Líbano.

    O governo brasileiro enviou ajuda humanitária ao Líbano, que vive uma crise interna após fortes explosões terem destruído a região portuária da capital libanesa, Beirute, na semana passada.

    Bolsonaro discursou e agradeceu os integrantes da comitiva. O presidente destacou o papel da comunidade libanesa no Brasil para o envio da missão humanitária.

    "Esta data marca ainda mais a nossa aproximação com o Líbano. Os nossos países não abrem mão de democracia e liberdade. É o que nós queremos para o mundo todo e, podem ter certeza, os 12 milhões de descentes libaneses que estão no Brasil contribuem em muito com a nossa pátria, trabalhando, se integrando e colaborando nas mais diversas áreas", disse o político, citado pela Agência Brasil.

    A aeronave KC-390, da Força Aérea Brasileira (FAB), recebeu seis toneladas de materiais, entre medicamentos, equipamentos de saúde e alimentos, doados pelo Ministério da Saúde e pela comunidade libanesa no Brasil.

    Outro avião da FAB, um Embraer 190, levará os integrantes da comitiva liderada pelo ex-presidente Michel Temer, que é filho de libaneses. Os senadores Nelson Trad Filho e Luiz Pastore, o secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Flávio Viana Rocha, e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, também integram o grupo.

    Em pronunciamento, o ex-presidente Michel Temer agradeceu o apoio do governo brasileiro.

    "Sigo para lá com essa comissão integrada por eminentíssimas figuras na convicção de que seremos muito bem recebidos. E todos lá desejosos de que o Brasil possa exercitar não apenas essa função humanitária, mas, tendo em vista os vínculos tradicionais entre ambos os países, que também possa ajudar a solucionar os embates político, com autorização naturalmente das autoridades libaneses, mas que possamos dar a nossa colaboração para pacificação interna daquele país", disse Temer.

    As duas aeronaves decolaram de São Paulo rumo a Fortaleza, no Ceará, onde será realizado o primeiro intervalo técnico. Na sequência, elas seguem para a Ilha do Sal, em Cabo Verde, e prosseguem para Valência, na Espanha. Só então decolam rumo a Beirute, com chegada prevista para a tarde de quinta-feira (13).

    Mais:

    Premiê do Líbano diz que corrupção causou explosão em Beirute
    Trabalhadores teriam encontrado 'salas subterrâneas' no epicentro da explosão de Beirute
    Em Beirute, protestos se agravam e manifestantes invadem ministérios, diz mídia local
    Tags:
    Jair Bolsonaro, Michel Temer, ajuda humanitária, Beirute, Líbano, Brasil, vídeo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar