05:47 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil na pandemia de coronavírus no início de agosto (49)
    120
    Nos siga no

    A Justiça do Rio de Janeiro intimou neste sábado (8) o governador Wilson Witzel e o secretário estadual de Saúde, Alex Bousquet, a manter em operação o Hospital de Campanha de São Gonçalo, sob pena de multa diária.

    A decisão foi tomada pela juíza Renata de Lima Machado Rocha, da 4ª Vara Cível de São Gonçalo, que determinou que a ordem judicial seja cumprida no prazo de 48 horas.

    O descumprimento poderá "ensejar o reconhecimento de litigância de má fé e ato atentatório à dignidade da Justiça".

    "É flagrante o desatendimento à decisão que determinou a manutenção do Hospital de Campanha, não havendo sequer interesse do ente estatal em prestar esclarecimentos técnicos ao juízo, quando instado a fazê-lo. Deste modo, faz-se mister adotar novas diretrizes para garantir a efetividade das decisões judiciais", escreveu a juíza, citada no site do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

    Segundo a plataforma do Ministério de Saúde, o Rio de Janeiro registra 178.524 casos confirmados da COVID-19 e 14.070 mortes.

    Tema:
    Brasil na pandemia de coronavírus no início de agosto (49)

    Mais:

    Após Witzel, governador do Pará é investigado pela PF em possível fraude durante combate à COVID-19
    Alerj abre processo de impeachment contra Witzel
    Profissionais do hospital de campanha do Maracanã dizem que ventiladores foram retirados
    Bolsonaro inaugura primeiro hospital de campanha do governo para COVID-19 (VÍDEO)
    Tags:
    hospital, Brasil, novo coronavírus, Rio de Janeiro, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar