06:20 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    141
    Nos siga no

    O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta sexta-feira (7) que o Estado brasileiro deve cumprir seu papel de proteção e desenvolvimento da Amazônia.

    Hamilton Mourão lamentou, no entanto, o desencontro sobre as informações de desmatamento na região pois, segundo ele, os sistemas de monitoramento utilizados no apoio às decisões do governo, "não são os melhores".

    Mourão preside o Conselho Nacional da Amazônia Legal e participou nesta sexta-feira (7) de um encontro virtual promovido pela FSB Comunicação.

    "Os satélites que nós temos são ótimos, que não enxergam durante o período das chuvas e de nuvens. Precisamos avançar para ter uma tecnologia radar, termos aeronaves não tripuladas de melhor nível e que possam manter um acompanhamento da situação da cobertura vegetal com melhor qualidade do que só pura e simplesmente a imagem satelital", disse o vice-presidente, citado pela Agência Brasil.

    A previsão de Mourão para o desmate neste ano é semelhante ao do ano passado. No período de agosto de 2018 a julho de 2019, o desmatamento da Amazônia Legal foi estimado em 9.762 quilômetros quadrados (km²), um aumento de quase 30% em relação ao período anterior, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

    Já para as queimadas, a expectativa de Mourão é de redução. A meta do governo para os meses mais críticos, entre agosto e outubro, é que os incêndios fiquem abaixo da média histórica, em torno de três a quatro mil focos de calor por mês. De acordo com o vice-presidente, além da proibição do uso de fogo em áreas rurais, as Forças Armadas vão prosseguir com a Operação Verde Brasil, para coibir queimadas criminosas.

    Mais:

    Greta recebe prêmio milionário e doa parte do dinheiro para o SOS Amazônia
    Garimpo ilegal faz subir a níveis perigosos os índices de mercúrio em peixes da Amazônia
    Alertas de desmatamento na Amazônia crescem 34,5% sob gestão Bolsonaro
    Tags:
    Brasil, Antonio Hamilton Mourão, Amazônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar