05:53 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Por
    6161
    Nos siga no

    O serviço de pagamentos on-line PayPal decidiu excluir a conta de Olavo de Carvalho e deixou muita gente furiosa com a decisão. Boicote está sendo organizado no Twitter.

    Na quarta-feira (5), o escritor Olavo de Carvalho anunciou ter sido bloqueado do PayPal, que era um dos serviços usados para receber pagamento pelos seus cursos. A culpa, segundo o filósofo, é dos "comunistas".

    Olavistas não gostaram nem um pouco do veto, e estão tentando boicotar o serviço de pagamento on-line, postando tweets com capturas de tela de cancelamento de suas contas no PayPal.

    A hashtag #PaypalApoiaACensura já conta com mais de 20 mil tweets, tanto de aprovação como de reprovação ao boicote.

    O influenciador bolsonarista Flávio Gordon acredita que PayPal apoia censura.

    ​Investigado no inquérito das fake news em andamento no Supremo Tribunal Federal (STF), o bolsonarista Bernardo Kuster, que está com conta principal do Twitter bloqueada, perguntou: "Qual é o escândalo de hoje?"

    ​Perfil com foto do presidente Bolsonaro está pedindo para que todos cancelem suas contas no PayPal.

    ​Há quem diga estar encontrando problemas para cancelar a conta.

    ​Bolsonarista acredita que a "esquerda" perdeu o debate e por isso partiu para "censura econômica".

    ​A hashtag está reunindo também posicionamento contrário ao boicote.

    ​"Valeu, PayPal."

    Mais:

    'PL das Fake News' é 'avanço' e notícias falsas precisam ser coibidas, diz professor de Direito
    A pedido de Moraes, Facebook e Twitter bloqueiam contas de investigados em inquérito das fake news
    Olavo de Carvalho diz não ter amigos e ameaça derrubar Bolsonaro (VÍDEO)
    Tags:
    boicote, Twitter, PayPal, Olavo de Carvalho
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar