23:46 30 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil na pandemia de coronavírus no início de agosto (49)
    340
    Nos siga no

    O Brasil registrou 1.437 mortes pela COVID-19 nas últimas 24 horas, fazendo total de óbitos chegar a 97.256, segundo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde nesta quarta-feira (5). 

    Os números não se referem necessariamente às mortes ocorridas nas últimas 24 horas, mas à confirmação de óbitos causados pelo coronavírus nesse período. 

    O pasta contabilizou 57.152 novos casos da doença. Total de pessoas já infectadas pelo novo coronavírus no Brasil é de 2.859.073. 

    A taxa de letalidade é de 3,4%. O índice de mortalidade (por 100.000 habitantes) é de 46,3, já a taxa de incidência (por 100.000 habitantes) é de 1360,5. Segundo o ministério, 2.020.637 pessoas se recuperaram da COVID-19, enquanto 741.180 casos estão sob acompanhamento.

    São Paulo é o estado com maior número de casos (585.265), seguido pelo Ceará (181.443), Bahia (179.737), Rio de Janeiro (172.679) e Pará (160.696). 

    Em relação aos óbitos, São Paulo também tem o maior registro, com 24.109 mortes, seguido pelo Rio de Janeiro (13.855), Ceará (7.867), Pernambuco (6758) e Pará (5.818). A Bahia tem 3.736 óbitos pela COVID-19. 

    Média de mortes está caindo em 9 estados

    Segundo levantamento feito por consórcio de imprensa criado para acompanhar a evolução da doença, a média de mortes está subindo em oito estados: Acre, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Bahia, Rio Grande do Norte, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. 

    Em dez estados, a média é estável: Roraima, Mato Grosso, Tocantins, Goiás, Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Piauí, Sergipe e Alagoas. 

    Em nove, a média é está caindo: Amapá, Pará, Rondônia, Amazonas, Maranhão, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Espírito Santo. 

    Tema:
    Brasil na pandemia de coronavírus no início de agosto (49)

    Mais:

    Cacique líder do Alto Xingu morre com COVID-19 em Goiânia
    Com participação da Huawei, inteligência artificial ajuda nos testes contra a COVID-19 no Brasil
    Chefe da OMS cobra jovens em meio ao surto da COVID-19: 'Você realmente precisa festejar?'
    Tags:
    estados, São Paulo, Rio de Janeiro, mortes, casos, Brasil, Ministério da Saúde, epidemia, pandemia, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar