16:30 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 70
    Nos siga no

    A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (29), em oito estados, uma grande operação contra o tráfico internacional de armas, que eram contrabandeadas do Paraguai. 

    Batizada de "Mercado das Armas", a operação, que reuniu cerca de 130 policiais, cumpriu 25 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão no Paraná, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Sergipe. 

    Segundo as investigações, as armas e acessórios de fogo eram importados de forma ilegal da fronteira do Paraguai e distribuídos pelo Brasil. Os mandados foram autorizados pela 13ª Vara Federal de Curitiba. 

    O material era trazido do Paraguai com ajuda de atravessadores. Depois, distribuído pelos correios ou transportadoras privadas escondido dentro de equipamentos como rádios, climatizadores e panelas elétricas.

    Pistolas airsoft transformadas em submetralhadoras

    Os investigados serão indiciados pelos crimes de tráfico internacional de armas de fogo e acessórios, associação criminosa, falsidade ideológica, uso de documento falso e lavagem de dinheiro.

    “Um dos acessórios importados do Paraguai e comercializado pelos investigados é o denominado Kit Roni que, em um de seus modelos para uso exclusivo com pistolas de airsoft, era transformado para uso com armas de fogo e munições reais, tornando o equipamento em uma espécie de submetralhadora, podendo-se utilizar carregadores estendidos e seletores de rajadas. A importação desse acessório era realizada de forma ilegal, sem os certificados necessários e vendidos por plataformas virtuais sem o fornecimento de notas fiscais”, diz nota divulgada pela Polícia Federal.

    Mais:

    Suplente revela detalhes de vazamento da PF à Flávio Bolsonaro sobre operação
    Alemanha burla regras da UE para vender armas e alimentar conflitos armados, diz estudo
    Putin: Marinha da Rússia receberá armas hipersônicas sem equivalentes no mundo
    Kim exalta armas nucleares norte-coreanas que podem impedir uma 2ª Guerra da Coreia
    Tags:
    contrabando, Polícia Federal, submetralhadora, armas, tráfico, operação, Paraguai, mandados, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar