09:06 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil na luta contra COVID-19 no final de julho (61)
    0 40
    Nos siga no

    O Ministério da Saúde, em sua atualização diária, informou que 88.539 pessoas já morreram no país em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

    Nas últimas 24 horas, foram registrados 921 óbitos. A soma representa um aumento de 1% em relação à segunda-feira (27), quando o balanço trazia 87.618 falecimentos.

    De acordo com a pasta, foram acrescidos às estatísticas 40.816 novos casos nas últimas 24 horas. Com isso, o total de casos acumulados chegou a 2.483.191. O número representa aumento de 1,6% em comparação com segunda-feira (27), quando o ministério informava que 2.442.375 pessoas foram infectadas desde o início da pandemia.

    Segundo o boletim, há 673.092 pacientes em acompanhamento. Até o momento, 1.721.560 pessoas já se recuperaram da COVID-19. Outros 3.842 óbitos estão em investigação.

    A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,6%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 32,1. A incidência dos casos de COVID-19 por 100 mil habitantes é de 1.181,6.

    Os estados com mais mortes provocadas pelo novo coronavírus são: São Paulo (21.676), Rio de Janeiro (13.033), Ceará (7.613), Pernambuco (6.421) e Pará (5.716). As Unidades da Federação com menos óbitos causados pela pandemia são: Mato Grosso do Sul (328), Tocantins (357), Roraima (479), Acre (500) e Amapá (558).

    Tema:
    Brasil na luta contra COVID-19 no final de julho (61)

    Mais:

    Brasil tem 685 mortes em 24h e chega a quase 88 mil óbitos por COVID-19
    Povo precisa se unir para controlar a COVID-19 no Brasil, diz virologista
    COVID-19: desrespeito ao isolamento no Brasil é 'histórico' e 'patológico', revela psicanalista
    Tags:
    Ministério da Saúde, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar