04:01 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    3518
    Nos siga no

    Um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, deputado federal Eduardo Bolsonaro pediu nesta terça-feira (28) que brasileiros residentes nos Estados Unidos apoiem ​​Donald Trump nas eleições presidenciais de novembro no país da América do Norte.

    O deputado apelou aos brasileiros nos EUA em sua contra no Twitter

    A manifestação do filho do presidente do Brasil vem um dia após as críticas do presidente do Comitê de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados dos EUA, o democrata Eliot Engel, que havia pedido que a família Bolsonaro ficasse fora das eleições nos EUA.

    O deputado federal brasileiro respondeu que, embora as relações Brasil-EUA estejam acima das pessoas, ele tem suas "convicções pessoais" e seu "direito de expressar uma opinião".

    O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito Jair Bolsonaro,
    © Foto / Paola de Orte/Agência Brasil
    O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito Jair Bolsonaro,

    Desde o início de seu governo, o presidente brasileiro se alinhou claramente a Trump, que pode não renovar seu mandato na Casa Branca se as pesquisas que preveem uma vitória do democrata Joe Biden se confirmarem.

    Mais cedo, o chanceler brasileiro Ernesto Araújo garantiu que, em caso de vitória de Biden no pleito de novembro, o Brasil faria as adaptações necessárias para seguir mantendo uma posição alinhada com Washington.

    Mais:

    Encontro na Flórida: Trump diz que EUA amam Bolsonaro, mas não faz promessa sobre tarifas
    Trump-Bolsonaro: relação de 'compadrio' põe em risco interesses brasileiros, diz analista
    Pesquisador aponta 'erro básico' de Bolsonaro que trará problemas se Biden vencer Trump
    Tags:
    relações bilaterais, diplomacia, política, eleições, Eliot Engel, Ronald Reagan, Joe Biden, Donald Trump, Ernesto Araújo, Eduardo Bolsonaro, Jair Bolsonaro, Estados Unidos, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar