12:26 28 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil na luta contra COVID-19 no final de julho (61)
    140
    Nos siga no

    O Brasil registrou 20.257 novos casos confirmados do novo coronavírus e o número de mortos ultrapassou 80 mil, informou o Ministério da Saúde nesta segunda-feira (20).

    Os óbitos cresceram em 632, alcançando o total de 80.120 pessoas vítimas da COVID-19 nas últimas 24 horas, segundo o boletim diário da pasta.

    O número de vítimas fatais, perdendo apenas para o número de mortos nos EUA, quadruplicou em dois meses. O Brasil ultrapassou a marca de 20 mil mortes pela COVID-19 em 21 de maio.

    Já os casos de infectados pela doença aumentou em 20.257, atingindo um total de 2.118.646 nesta segunda-feira (20).

    Um dia antes, o Brasil relatou cerca de 23.500 novos casos da doença pelo novo coronavírus e 716 novas mortes.

    Funcionário do cemitério Vila Formosa, em São Paulo, enterra vítima da COVID-19 (coronavírus)
    © REUTERS / Amanda Perobelli
    Funcionário do cemitério Vila Formosa, em São Paulo, enterra vítima da COVID-19 (coronavírus)

    Há uma semana, o número de mortes pelo novo coronavírus no Brasil era de cerca de 73 mil, portanto, o país registrava um aumento semanal de cerca de sete mil fatalidades relacionadas ao vírus.

    O diretor executivo da OMS, Michael Ryan, disse em 17 de julho que a curva do novo coronavírus havia se estabilizado no Brasil e que o país agora pode reduzir a doença.

    Apenas os Estados Unidos têm mais infecções e mortes que o Brasil na pandemia, com 3,8 milhões e 140.811, respectivamente, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

    Tema:
    Brasil na luta contra COVID-19 no final de julho (61)

    Mais:

    Ministro Onyx Lorenzoni afirma estar com COVID-19
    Ministro da Educação, Milton Ribeiro, diz que está com COVID-19
    'Demos azar com essa pandemia', diz Bolsonaro
    Tags:
    Universidade Johns Hopkins, OMS, pandemia, novo coronavírus, COVID-19, Ministério da Saúde, saúde, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar