23:33 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Pandemia do coronavírus no Brasil no início de julho (50)
    511
    Nos siga no

    As igrejas do Rio retomam missas presenciais neste sábado (4). O retorno vai seguir as recomendações da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.

    Somente as igrejas com higienização e indicações com adesivos para respeitar o distanciamento poderão realizar os cultos. De modo a evitar o contato direto, a hóstia será entregue na mão da pessoa que a levará à boca.

    As igrejas precisam contar com equipes preparadas para orientar as pessoas e disponibilizar álcool em gel e máscaras.

    Desde o início do isolamento social, em 20 de março, missas, orações e demais celebrações passaram a ser realizadas por Internet, sem a presença do público. A abertura foi decidida após consultas com representantes da comunidade científica e autoridades do estado e do município.

    "Sabemos que a pandemia continua, sabemos da situação que devemos ter todo o cuidado e prudência, porém a toda uma solução de tratamento na cidade. Esperamos que ninguém precise utilizar os leitos, mas têm como ser tratado", disse o arcebispo do Rio, dom Orani Tempesta, em entrevista à Agência Brasil.

    As paróquias com número maior de fiéis terão que programar vários horários de missas para atender a todos. A entrada só será permitida aos que fizerem agendamento. A Arquidiocese desenvolveu um aplicativo para facilitar o agendamento e algumas paróquias estão utilizando WhatsApp ou telefone.

    "Os grupos de risco são convidados a participar de casa das missas on-line pela Internet. Ninguém é obrigado a ir às igrejas. Nós dispensamos do cumprimento do preceito dominical", completou o arcebispo.

    Tema:
    Pandemia do coronavírus no Brasil no início de julho (50)

    Mais:

    Bolsonaro fala em reabertura e aponta 'exagero' nas medidas para conter a COVID-19
    Reabertura de fronteiras: países enxergam Brasil com 'preocupação', diz analista
    'Morra quem morrer', diz prefeito na Bahia ao decretar reabertura do comércio
    Tags:
    COVID-19, Rio de Janeiro, igrejas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar