22:07 23 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    3130
    Nos siga no

    Pela primeira vez na série histórica, menos da metade das pessoas em idade de trabalhar no Brasil está ocupada, aponta a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua).

    De acordo com os dados divulgados nesta terça-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o percentual de pessoas ocupadas na população brasileira em idade de trabalhar chegou a 49,5% no trimestre encerrado em maio, o que representa uma queda de cinco pontos percentuais em relação ao trimestre anterior. Ao todo, são 85,9 milhões de pessoas ocupadas. 

    "Pela primeira vez na série histórica da pesquisa, o nível da ocupação ficou abaixo de 50%. Isso significa que menos da metade da população em idade de trabalhar está trabalhando. Isso nunca havia ocorrido na PNAD Contínua [iniciada em 2012]", explica a analista da pesquisa, Adriana Beringuy, citada pela Agência IBGE. 

    A taxa de desocupação subiu de 11,6%, no trimestre encerrado em fevereiro, para 12,9% no trimestre terminado em maio. Segundo a pesquisa, são mais 368 mil pessoas à procura de trabalho, e 12,7 milhões de desempregados. Ao todo, 7,8 milhões de trabalhadores, principalmente informais, passaram da esfera dos ocupados para a dos desocupados, queda de 8,3%. 

    ​"Numericamente, nós temos uma queda da informalidade, mas isso não necessariamente é um bom sinal. Significa que essas pessoas estão perdendo ocupação e não estão se inserindo em outro emprego. Estão ficando fora da força de trabalho", explica Beringuy.

    Ainda de acordo com o IBGE, a população fora da força de trabalho (75 milhões de pessoas) apresentou um incremento de nove milhões de pessoas (13,7%) na comparação com o trimestre anterior e de 10,3 milhões de pessoas (15,9%) em relação ao mesmo trimestre de 2019. Considerando esse grupo e o dos desempregados, são 87,7 milhões de pessoas sem trabalhar, contra 85,9 milhões de pessoas ocupadas.

    Mais:

    IBGE: desemprego sobe em todas as regiões do Brasil no 1º trimestre de 2020
    Emergência trabalhista: a pandemia caindo sobre Brasil e América Latina
    Entregadores de aplicativo brasileiros anunciam greve nacional por direitos trabalhistas
    Tags:
    trabalhadores, trabalho, economia, Pnad Contínua, PNAD, IBGE, Brasil, ocupação, desocupação, desemprego, emprego
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar