00:47 12 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    110
    Nos siga no

    A maioria dos senadores aprovou nesta terça-feira (23) o adiamento das eleições municipais deste ano de outubro para novembro, em razão das dificuldades impostas pela pandemia da COVID-19.

    Em votação remota, o substitutivo do senador Weverton (PDT-MA) à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/2020 foi aprovado por 67 votos a 8 no primeiro turno e por 64 votos a 7 no segundo turno. 

    O texto prevê a realização do primeiro turno das eleições em 15 de novembro e do segundo turno em 29 de novembro. Mas, para passar a valer, precisa ser votado em plenário também na Câmara dos Deputados

    ​Após a votação, o presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre (DEM-AP) agradeceu aos demais senadores pela votação e disse que espera "fazer a promulgação da PEC que regulamenta a mudança do calendário eleitoral ainda nesta semana". 

    "O Brasil registra mais de 1,1 milhão de casos e mais de 52 mil óbitos. A votação de hoje é um sinal à vida e à democracia brasileira. Agradeço aos senadores que de maneira democrática colocaram os seus pontos de vista e argumentaram sobre a matéria. Aguardaremos pela votação na Câmara dos Deputados", declarou o parlamentar.

    Mais:

    Brasil pode ficar sem eleições em 2020?
    Resposta dos governantes à pandemia deverá ser fator-chave na eleição, segundo cientista político
    Em audiência no Senado, TSE propõe que eleições sejam adiadas
    Tags:
    adiamento, votação, pleito, eleição, eleições, Davi Alcolumbre, Congresso Nacional, Câmara dos Deputados, Senado Federal, Senado, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar