14:23 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Situação com coronavírus no Brasil no fim de junho (51)
    0 40
    Nos siga no

    Nesta segunda-feira (22), o Brasil chegou a 51.407 óbitos causados pelo novo coronavírus após registrar 748 novas mortes.

    O número de casos da COVID-19 no país chegou a 1.111.348, sendo que foram registrados 24.358 casos nas últimas 24h. Os dados foram colhidos nas secretarias estaduais de Saúde pelo consórcio de veículos de imprensa. No domingo (21), o Brasil tinha 1.086.990 casos confirmados e 50.659 mortes.

    Presidente Jair Bolsonaro inaugura o Hospital de Campanha de Águas Lindas de Goiás, o primeiro hospital desta categoria feito pelo Governo Federal para o combate à COVID-19
    © Foto / Agência Brasil / Alan Santos / PR
    Presidente Jair Bolsonaro inaugura o Hospital de Campanha de Águas Lindas de Goiás, o primeiro hospital desta categoria feito pelo Governo Federal para o combate à COVID-19

    Os dados do Ministério da Saúde apontam que São Paulo e Rio de Janeiro continuam sendo os estados mais afetados pela pandemia no país. São Paulo tem 221.973 casos e 12.634 mortes. Já o Rio de janeiro tem 97.572 casos e 8.933 mortes.

    O Brasil é o segundo país mais afetado pela pandemia no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. O número de casos confirmados no Brasil é maior do que a soma dos casos na Rússia e na Índia, que são o terceiro e o quarto país, respectivamente, com mais casos no mundo, conforme os dados da Universidade Johns Hopkins.

    Tema:
    Situação com coronavírus no Brasil no fim de junho (51)

    Mais:

    Brasil tem 50.617 mortos por coronavírus
    'Politizaram a pandemia': OMS alerta que crise da COVID-19 segue em aceleração
    COVID-19: Ministério da Justiça adquire 87 mil testes para população de 773 mil presos no Brasil
    Bolsonaro fala em reabertura e aponta 'exagero' nas medidas para conter a COVID-19
    Tags:
    Rio de Janeiro, São Paulo, novo coronavírus, COVID-19, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar