05:09 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    215
    Nos siga no

    O ator Mario Frias, conhecido por alguns trabalhos na televisão brasileira, foi o escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para chefiar a Secretaria Especial da Cultura, substituindo a atriz Regina Duarte, que anunciou sua saída da pasta há um mês.

    A nomeação do novo secretário, que já vinha sendo especulada nos bastidores, foi confirmada nesta sexta-feira (19), em edição extra do Diário Oficial da União.

    "O presidente da República, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, caput, inciso XXV, da Constituição, resolve: nomear Mario Luis Frias, para exercer o cargo de Secretário Especial de Cultura do Ministério do Turismo", diz o ato assinado pelo chefe de Estado.

    Atualmente com 48 anos, Mario Frias se tornou conhecido do grande público no final do século passado, quando protagonizou a novela adolescente "Malhação", da Rede Globo. Depois, participou de produções de pelo menos outras duas emissoras. O interesse por uma carreira política, no entanto, só se tornou conhecido neste ano, quando o ator apareceu em entrevista, no início do mês passado, defendendo o atual governo e, depois, sendo cogitado para o cargo que agora ocupará. 

    ​Frias será o quinto secretário de Cultura em apenas 17 meses de governo Bolsonaro. Antes, ocuparam a pasta Henrique Pires, Ricardo Braga, Roberto Alvim e Regina Duarte, sem contar as gestões interinas do secretário-adjunto José Paulo Soares Martins.

    Mais:

    Regina Duarte ganha #ForaRegina antes mesmo de assumir Secretaria da Cultura
    Mais de 500 artistas assinam manifesto contra Regina Duarte: 'Não nos representa'
    Regina Duarte é exonerada do comando da Secretaria de Cultura
    Tags:
    atores, TV, Rede Globo, governo, Brasília, Brasil, ministro, cultura, Jair Bolsonaro, Regina Duarte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar