04:54 29 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil e COVID-19 em meados de junho (41)
    22510
    Nos siga no

    Os entregadores de aplicativo do Brasil vão parar no dia 1º de julho. Os trabalhadores pedem direitos trabalhistas e acesso a equipamentos de proteção individual para garantir mais proteção contra a pandemia de COVID-19.

    "A gente vai atrás dos direitos um por um. Vale-alimentação, plano de saúde. Depois um salário garantido. Férias, 13º. Vocês vão ter que registrar nossa carteira", disse o líder do movimento, Paulo Roberto da Silva Lima, o Galo, em entrevista à Rede Brasil Atual.

    Os entregadores pedem licença remunerada para quem for contaminado pelo coronavírus, seguro contra roubo, acidente e seguro de vida, além do fim do bloqueio indevido nos aplicativos.

    Galo fez um vídeo que viralizou sobre as condições de trabalho da classe. Após a repercussão, criou um abaixo-assinado em que demanda alimentação e álcool em gel para os trabalhadores. A iniciativa já tem mais de 350 mil assinaturas.

    "Todo mundo está em casa se isolando em quarentena, mas nós ficamos nas ruas o dia inteiro, na batalha para garantir as entregas de delivery, colocando a nossa saúde e de nossas famílias em risco. Estamos trabalhando largados à nossa própria sorte e sem nenhuma medida de prevenção e proteção das empresas de aplicativos que fazemos as entregas, como Rappi, iFood, Loggi, Uber Eats, 99Food e James", afirma Galo no texto do abaixo-assinado.
    Tema:
    Brasil e COVID-19 em meados de junho (41)

    Mais:

    Petrobras: não há relação entre greve e preço dos combustíveis
    Petroleiros decidem suspender greve temporariamente
    Líder de greve no Ceará justifica tiro contra senador: 'Ele colocou um trator esmagando pessoas'
    Petrobras e sindicatos chegam a acordo para encerrar greve, mas negociações continuam
    Desprotegidos contra a COVID-19, coveiros de SP ameaçam greve
    Sindicatos do Equador declaram greve contra uso de fundos da seguridade social no combate à COVID-19
    Tags:
    COVID-19, pandemia, aplicativos, greve
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar