22:16 26 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil enfrenta COVID-19 no início de junho (52)
    2298
    Nos siga no

    Nesta segunda-feira (8), a Justiça federal do Rio de Janeiro suspendeu os decretos de flexibilização do isolamento social no estado e na capital fluminense.

    Conforme publicou a CNN Brasil, a decisão foi proferida pelo juiz Bruno Bodart, da 7ª Vara federal do Rio de Janeiro. A medida determina também que seja realizada uma audiência na quarta-feira (10) entre o Ministério Público do Rio de Janeiro e os governos estadual e municipal.

    Familiares acompanham enterro de vítima da COVID-19 no Cemitério de São João Batista, no Rio de Janeiro.
    © REUTERS / Pilar Olivares
    Familiares acompanham enterro de vítima da COVID-19 no Cemitério de São João Batista, no Rio de Janeiro.

    A audiência determinada pela Justiça tem como objetivo reavaliar as medidas de flexibilização.

    O juiz aponta na decisão que vidas humanas estão em jogo e ressalta que o estado registra quase sete mil mortes causadas pela COVID-19, apontando que o governo tem conhecimento sobre possíveis impactos em políticas públicas.

    O estado do Rio de Janeiro é o segundo estado com mais casos e mortes registrados no Brasil, atrás apenas de São Paulo. Segundo os dados do painel do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) são 64.533 casos registrados no Rio e 6.639 mortes em todo o estado.

    A flexibilização do isolamento social no estado foi anunciada na semana passada e passou a vigorar no sábado (6).

    Tema:
    Brasil enfrenta COVID-19 no início de junho (52)

    Mais:

    Crivella anuncia que vai liberar funcionamento de igrejas e templos religiosos no Rio de Janeiro
    STF proíbe operações em comunidades do Rio de Janeiro durante a pandemia
    Rio de Janeiro e São Paulo têm manifestações antirracistas e contra Bolsonaro (FOTOS)
    Tags:
    COVID-19, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar