12:24 13 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil enfrenta COVID-19 no início de junho (52)
    0 0 0
    Nos siga no

    O Ministério da Saúde investiu R$ um bilhão na habilitação de 7.441 leitos de UTI para o atendimento de pacientes com COVID-19 em todo o país por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

    Esse recurso, aprovado no início de abril, já foi liberado, em parcela única, aos estados, municípios e o Distrito Federal, informou Agência Brasil. A verba é direcionada ao custeio desses leitos pelos próximos 90 dias ou até fim da pandemia.

    Entre os dias 20 a 28 de maio, ministério habilitou mais 1.299 leitos, sendo seis deles de UTI pediátrica, ao custo de R$ 187 milhões. Desse total, 976 receberam habilitação na quinta-feira (28) da semana passada, informou o órgão.

    As portarias que autorizaram o repasse dos recursos foram publicadas no Diário Oficial da União e contemplaram nove estados: Bahia (47), Distrito Federal (95), Espírito Santo (77), Minas Gerais (20), Mato Grosso do Sul (10), Paraíba (63), Rio de Janeiro (436), Santa Catarina (125) e São Paulo (426).

    O pedido de habilitação para o custeio dos leitos é realizado pelas secretarias estaduais ou municipais de saúde, que devem garantir a estrutura necessária para o funcionamento dos leitos. O ministério, por outro lado, realiza o repasse de recursos para manutenção dos serviços.

    No início de abril o ministério publicou a Portaria nº 568, que dobrou o valor do custeio diário dos leitos UTI Adulto e Pediátrico de R$ 800 para R$ 1,6 mil, em caráter excepcional, exclusivamente para o atendimento dos pacientes com coronavírus.

    Tema:
    Brasil enfrenta COVID-19 no início de junho (52)

    Mais:

    Brasil inicia testes com possível vacina contra COVID-19 desenvolvida em Oxford
    COVID-19: OMS anuncia retomada de estudos da hidroxicloroquina, defendida por Trump e Bolsonaro
    Brasil registra 1.349 mortes em 24h e chega a 32.548 óbitos por COVID-19
    Tags:
    COVID-19, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar