17:12 13 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    31212
    Nos siga no

    O ex-juiz e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, agora pretende atuar como advogado e colunista.

    Segundo publicou neste domingo (31) o colunista Lauro Jardim no jornal O Globo, Moro informou à Comissão de Ética da Presidência da República que pretende trabalhar como advogado e consultor em um escritório.

    Ainda segundo o colunista, o escritório ao qual Moro se refere provavelmente é o qual pertence à sua esposa, Rosângela Moro. O ex-juiz também afirmou ao órgão federal que pretende tornar-se colunista de uma revista, cujo nome não foi revelado pelo jornal.

    O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o então ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, durante cerimônia em Brasíli, em 3 de outubro de 2019.
    © REUTERS / Adriano Machado
    O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o então ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, durante cerimônia em Brasíli, em 3 de outubro de 2019.

    O colegiado da Comissão de Ética deve analisar o pedido em vista de potenciais conflitos de interesses. A decisão do órgão pode tanto liberar Moro para o exercício como advogado quanto lhe impor um período de espera de seis meses.

    Moro deixou o cargo de ministro no governo de Jair Bolsonaro da mesma forma como entrou, sob holofotes. Ao deixar a pasta, o agora ex-ministro acusou Bolsonaro de interferência política na Polícia Federal, o que gerou um inquérito que pode terminar com o afastamento de Bolsonaro da Presidência.

    Mais:

    Polícia Federal diz ao STF que precisa do depoimento de Bolsonaro sobre acusações de Moro
    Moro tem palestra cancelada na Argentina e critica 'intolerância' e 'polarização' no país
    Fala de Bolsonaro sobre armar a população é rejeitada por 72% dos brasileiros, diz pesquisa
    Tags:
    Sergio Moro, O Globo, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar