16:47 30 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    3115
    Nos siga no

    O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Alexandre de Moraes, relator da operação que investiga redes de fake news, deflagrada na manhã desta quarta-feira (27), declarou que as mídias sociais devem exercer liberdade de expressão com responsabilidade. 

    Ao participar de um evento sobre liberdade de imprensa e segurança dos jornalistas, Alexandre de Moraes defendeu a punição de quem "ferir a Constituição, praticar discurso de ódio, praticar crimes ao exercer sua liberdade".

    De acordo com o ministro, redes sociais como WhatsApp, Facebook, Twitter, Instagram, chegam mais proximamente à população e "não têm a mesma responsabilidade das tradicionais formas da imprensa".

    "Liberdade com responsabilidade, o que às vezes é esquecido no tema da liberdade de livre expressão. Se a notícia for direcionada para macular a honra de alguém, se for para influenciar questões eleitorais, o TSE tem casos correndo sobre isso, inclusive sobre disparo de WhatsApp nas eleições", afirmou o ministro.

    "Temos que conseguir aplicar nas mídias sociais o binômio liberdade com responsabilidade da mesma forma que é historicamente aplicado aos meios tradicionais de mídia, como televisão, rádio, jornais e revistas", acrescentou.

    Ao comentar ataques contra profissionais da imprensa através das redes sociais, o ministro do STF afirmou que "essas milícias digitais pretendem coagir a imprensa profissional em sua liberdade de manifestação, de crítica".

    "Se você ameaça, amedronta os que vão veicualr as notícias, se você, de forma instrumental, você está afetando a liberdade de imprensa, está facilitando que somente fake news cheguem à população. Você constrange aqueles que exercem a profissão", completou.

    Mais:

    PF cumpre 29 mandados de busca e apreensão em inquérito das Fake News do STF
    Gilmar Mendes rejeita pedido contra prorrogação da CPMI das Fake News
    Xô, fake news! Bolsonaro é freado pelo Instagram
    Tags:
    liberdade de imprensa, Alexandre de Moraes, STF, fake news
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar