04:18 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    21329
    Nos siga no

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva declarou nesta terça-feira (19) que não tem pretensões de concorrer às eleições presidenciais de 2022, mas afirmou que pretende participar da articulação política para viabilizar um candidato de oposição.

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em entrevista ao jornalista Mino Carta, da Carta Capital, declarou que o presidente Jair Bolsonaro comete crime de responsabilidade por desrespeitar a ciência e fazer campanha contra a prevenção à disseminação do coronavírus.

    ​"É insuportável você ter um homem que a ignorância chega a tal ponto que ele não cuida da pandemia, não cuida da economia, não cuida da educação, de nada", afirmou o ex-presidente Lula.

    "O Bolsonaro poderia ter chegado e dito pras pessoas: ‘Olha, eu não tenho a solução, não tenho a vacina. Mas vamos ter cuidado, nos cuidar, conversar pra preservar os empregos'. Era o que esperava de um chefe de Estado preocupado com 210 milhões de pessoas", acrescentou o ex-presidente.

    De acordo com ele, "o povo tem que criar as condições objetivas de votar o impeachment e esse país voltar a escolher um presidente da República".

    "Se não fosse o coronavírus, eu já estaria na rua gritando 'fora Bolsonaro'", completou.

    Mais:

    Com o avanço da COVID-19, Lula teme 'genocídio' no Brasil sob Bolsonaro
    Live do Dia do Trabalhador terá Lula, FHC e Roger Waters
    TRF-3 rejeita denúncia contra Lula e irmão por 'mesadas' da Odebrecht
    Tags:
    impeachment, Bolsonaro, Lula, ex-presidente
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar