03:31 30 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Por
    15196
    Nos siga no

    Na segunda, o youtuber Felipe Neto deu entrevista ao Roda Viva e acabou reconhecendo que errou ao apoiar o impeachment contra a ex-presidente Dilma Rousseff. O "Foi golpe" começou a ecoar pelo Twitter.

    Na noite de segunda-feira (18), o programa Roda Viva, da TV Cultura, recebeu o youtuber Felipe Neto, um dos influenciadores digitais de maior peso no Brasil e um dos mais visualizados no mundo, para discutir, entre outros assuntos, a situação política brasileira.

    Em se tratando do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, o próprio entrevistado reconheceu ter tido uma parcela de culpa do que chamou de "golpe".

    "A mea-culpa eu faço sem problema algum. [...] Errei muito no passado e aprendi com esses erros. Não afirmo aqui, que hoje seja um adorador ou participante de um projeto petista, mas não tenho dúvidas de que no momento do impeachment, que podemos chamar de golpe, a minha colaboração embora fosse nada se comparável com a força que tenho hoje nas redes sociais, sem dúvida ela existiu e foi usada de maneira errada."

    O "erro" reconhecido por Felipe Neto começou a ecoar no Twitter, fazendo com que "Foi golpe" entrasse para os assuntos mais comentados desta terça-feira (19).

    O ex-presidente da OAB do Rio de Janeiro, Wadih Damous, citou alguns jornalistas, perguntando se "admitirão a sua responsabilidade pela ascensão de Bolsonaro".

    ​A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) apoiou as palavras de Felipe Neto.

    ​Escritor Caio César pondera a "guinada progressista" de Felipe Neto, que, segundo César, ajudou a "criar o ambiente caótico que vivemos hoje".

    ​A atriz Leandra Leal defendeu que "foi golpe em 2016 e o STF validou" e ressaltou a importância de "chamar as coisas pelo nome".

    ​O colunista do The Intercept Brasil, João Filho, ressaltou ter se tratado de golpe de Estado contra Dilma Rousseff, ponderando o que a ex-presidente do Brasil não fez para ser impedida de presidir.

    ​Bolsonaristas iniciaram uma campanha de rebaixamento da entrevista de Felipe Neto, alegando que a audiência do programa Roda Viva acabou caindo com o youtuber.

    ​Com mais de 11,5 mil seguidores no Twitter e quase 38 milhões de inscritos no YouTube, o empresário Felipe Neto é um dos youtubers mais visualizados no mundo e um dos influenciadores digitais mais ouvidos pela nova geração brasileira. A entrevista de Felipe Neto ao programa Roda Vida pode ser conferida aqui.

    Mais:

    'Leão' ou 'atraso' para Brasil? Bolsonaro ganha apoio e pedido de impeachment da web
    Dilma Rousseff revela à Sputnik por que esquerda no Brasil não forma coalizão unida
    Dilma Rousseff diz que ataques a Lula vêm daqueles que não têm candidato em 2018
    Tags:
    Dilma Rousseff, impeachment, golpe de Estado
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar