15:27 09 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil luta com pandemia em meados de maio (78)
    2266
    Nos siga no

    A Advocacia-Geral da União (AGU) entregou nesta terça-feira (12) ao Supremo Tribunal Federal (STF) os exames feitos pelo presidente Jair Bolsonaro para detectar se foi infectado ou não pelo novo coronavírus.

    Os exames foram entregues ao ministro Ricardo Lewandowski, sorteado pelo sistema da Corte para decidir se o presidente deve ou não divulgar o resultado dos exames.

    O advogado-geral da União, José Levi Mello do Amaral Júnior, afirmou em documento enviado ao ministro que "a entrega dos documentos [exames] a que se refere a presente Reclamação, tendo em conta a natureza pessoal dos dados em questão, dar-se-á em mãos no Gabinete de Vossa Excelência".

    Em nota, citada pelo portal G1, a defesa do presidente diz que os resultados deram negativo.

    "Os laudos confirmam que o presidente testou negativo para a doença", diz o texto.

    Lewandowski analisa as decisões que foram tomadas em instâncias inferiores e deve decidir sobre o caso entre esta terça (12) e quarta-feira (13).

    Tema:
    Brasil luta com pandemia em meados de maio (78)

    Mais:

    Avaliação negativa de governo Bolsonaro sobe 12,4 pontos e população apoia isolamento, diz pesquisa
    Em vídeo, Bolsonaro teria defendido mudança na PF para proteger sua família
    COVID-19: com novo recorde negativo de 881 mortes em 24h, Brasil ultrapassa a Alemanha
    Ministério da Saúde apura se Brasil teve 39 casos de COVID-19 antes da confirmação da 1ª ocorrência
    Tags:
    novo coronavírus, testes, Bolsonaro, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar