10:31 27 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil luta com pandemia em meados de maio (78)
    0 10
    Nos siga no

    Devido às medidas de isolamento para combater a COVID-19, o setor de serviços no país teve uma forte queda de 6,9% em março, pior resultado registrado em série histórica iniciada em janeiro de 2011. 

    Todas as cinco atividades do setor apresentaram recuo, com queda mais pronunciada dos serviços prestados às famílias (-31,2%), segundo anunciado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (12). O segundo pior resultado foi de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-9%).

    "Essa queda é motivada, em grande parte, pelas paralisações que aconteceram nos estabelecimentos, sobretudo nos restaurantes e hotéis, que fazem parte dos serviços prestados às famílias. Outras empresas também sentiram bastante depois do fechamento parcial ou total, como os segmentos de transporte aéreo e algumas empresas de transporte rodoviário coletivo de passageiros”, afirmou o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo, segundo o portal G1. 

    As outras atividades são: serviços profissionais, administrativos e complementares (-3,6%), informação e comunicação (-1,1%) e outros serviços (-1,6%).

    Produção industrial caiu 9,1%

    O recuo neste mês reflete os primeiros impactos da epidemia no país. O isolamento começou em meados de março, portanto os números de abril serão ainda piores. 

    Trata-se do segundo mês seguido de queda no setor de serviços: em fevereiro, o recuo foi de 1%. 

    Outros indicadores divulgados pelo IBGE indicam uma retração da economia. Na semana passada, o órgão anunciou que a produção industrial caiu 9,1% em março em relação a fevereiro, pior resultado desde 2002. 

    Segundo boletim do Ministério da Saúde divulgado na segunda-feira (11), o Brasil tem 168.331 casos confirmados e 11.519 mortes pela COVID-19.

    Tema:
    Brasil luta com pandemia em meados de maio (78)

    Mais:

    Crianças apresentam misteriosos sintomas atípicos do coronavírus nos EUA
    'Humanos não são manadas': OMS adverte sobre brutalidade do efeito rebanho na luta contra COVID-19
    Calculadora da morte: criada ferramenta que estima probabilidade de falecer por SARS-CoV-2
    Tags:
    recessão, epidemia, pandemia, economia, serviços, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar