22:25 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    171
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) buscava "mais afinidade" com o comandante da Polícia Federal (PF), disse o ex-diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, em depoimento nesta segunda-feira (11).

    Valeixo fez a afirmação em depoimento ligado ao inquérito aberto para apurar as acusações do ex-ministro Sergio Moro, informou o G1. O inquérito é relatado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello e foi aberto por pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

    Na terça-feira (12), serão ouvidos os ministros Augusto Heleno (Segurança Institucional), Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo).

    O objetivo é apurar a denúncia de Moro, que afirmou ao se demitir do cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública que o presidente da República buscava interferir politicamente na PF e ter acesso à investigações. O ex-juiz da lava jato afirma que pediu demissão porque não havia motivo razoável para a troca de comando na PF e que foi pressionado. 

    A PF é responsável por investigações que envolvem os filhos de Bolsonaro no Rio de Janeiro. 

    Mais:

    Roberto Jefferson diz que Bolsonaro deveria fechar STF e Globo e publica foto com fuzil
    Bolsonaro desiste de churrasco no Alvorada após repercussão negativa
    Bolsonaro passeia de moto aquática no Paranoá e confraterniza com grupo que fazia churrasco (VÍDEO)
    FHC critica Bolsonaro no combate à COVID-19: 'Bastante patético o que nós estamos vivendo'
    Eduardo Bolsonaro usa espingarda para revelar sexo do bebê (VÍDEO)
    Tags:
    Lava Jato, acusação, Sergio Moro, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar