16:09 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil combatendo coronavírus no fim de abril (64)
    2751
    Nos siga no

    A cidade de Manaus registrou nesta no último domingo (26) o maior número de enterros feitos desde o início da pandemia do coronavírus.

    Antes do início da pandemia do coronavírus, a média de sepultamentos registrados era de 30 por dia. No último domingo esse número foi de 140, batendo o recorde de enterros durante a pandemia. Além disso, foram registradas 2 cremações, somando 142 mortes no total.

    De acordo com a prefeitura de Manaus, 10 pessoas entre os mortos morreram pela COVID-19, enquanto 47 morreram por síndrome ou insuficiência respiratória e 28 tiveram registro de causa "indeterminada ou desconhecida". 57 dos enterros não tiveram detalhes sobre causa da morte.

    Vala comum no cemitério Parque Taruma, na capital do estado do Amazonas, Manaus, em 21 de abril de 2020
    © AFP 2020 / Michael Dantas
    Vala comum no cemitério Parque Taruma, na capital do estado do Amazonas, Manaus, em 21 de abril de 2020

    "O número de sepultamentos do dia 26 agora passa a ser o maior do período, desde o agravamento da pandemia pelo novo coronavírus", diz nota da prefeitura, citada pelo G1.

    O número de casos confirmados de coronavírus no Amazona ultrapassa a marca de 3,8 mil, e o número de mortes ultrapassa 300.

    Tema:
    Brasil combatendo coronavírus no fim de abril (64)

    Mais:

    Pesquisadores dos EUA e China se aliam para buscar origem do coronavírus
    Cientistas revelam eletrodoméstico que poderia aumentar disseminação do coronavírus
    Crianças poderiam transmitir menos o coronavírus que os adultos, adiantam cientistas
    Tags:
    mortes, Amazonas, Manaus, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar