00:39 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    577
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro decidiu adiar, por alguns meses, a substituição que pretendia fazer no comando da Polícia Federal após ameaça de demissão por parte do ministro Sergio Moro, informa o Valor Econômico.

    Na tarde desta quinta-feira (23), alguns órgãos de imprensa noticiaram que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, havia ameaçado se demitir do cargo depois de uma reunião com Bolsonaro. O motivo seria a decisão do presidente de trocar o diretor-geral da PF, o delegado Maurício Valeixo, indicado e braço-direito de Moro.

    Em meio a especulações nos bastidores, parlamentares e membros do governo conversaram com o ministro e o chefe de Estado a fim de encontrar um meio-termo. Ainda durante a tarde, o deputado Capitão Augusto (PL-SP) disse que havia ouvido de Moro que a informação sobre sua saída não procedia e que ele teria confirmado uma reunião para a próxima semana

    Além do deputado, ​a assessoria de Moro e o ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, também negaram a saída do ministro da Justiça.

    Segundo o Valor, diante do posicionamento do chefe da pasta da Justiça, Bolsonaro aceitou segurar, por ora, a demissão de Valeixo, em troca da permanência de Moro, que, por sua vez, teria manifestado o desejo de participar da escolha do novo comandante da PF nos próximos meses.

    Mais:

    'Não tenho problema nenhum com ele', diz Bolsonaro sobre Moro
    Moro incomoda PT, oposição e o presidente da República, acredita especialista
    Sergio Moro volta a defender prisão após julgamento em 2ª instância na Câmara
    Moro e Mandetta determinam que descumprimento de quarentena poderá levar à prisão
    Moro e Guedes se unem a Mandetta contra Bolsonaro, diz jornal
    Tags:
    Valor Econômico, ministro, Brasília, Brasil, demissão, Ministério da Justiça do Brasil, Polícia Federal, Sergio Moro, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar