20:16 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    463
    Nos siga no

    Negando informações divulgadas pela imprensa mais cedo, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou nesta tarde que permanecerá como integrante do governo de Jair Bolsonaro.

    A afirmação é do deputado Capitão Augusto (PL-SP), que, segundo a Veja, conversou com Moro duas vezes nesta quinta-feira (23).

    "Ministro, diante desse comentários, como fica nossa reunião de terça? Essa história de que o senhor vai sair...", perguntou o parlamentar, citado pela revista. "Não procede! Está mantida a reunião de terça-feira", teria dito o ministro.

    Relatos de alguns dos principais órgãos de mídia do Brasil davam conta de que Sergio Moro estaria indignado com uma decisão de Bolsonaro de promover uma mudança no comando da Polícia Federal, a ponto de pedir demissão ao presidente

    Isso porque, durante reunião entre os dois, o chefe de Estado teria informado ao seu ministro que pretendia trocar o seu homem de confiança na PF, Maurício Valeixo, indicado por Moro ao cargo

    ​Uma das figuras políticas mais populares do país nos últimos anos, Sergio Moro é considerado um dos nomes mais fortes do atual governo, tendo sido considerado, algumas vezes, possível ameaça a Bolsonaro em uma eventual disputa pela presidência em 2022. Apesar de várias especulações, este, por sua vez, vem negando ter qualquer tipo de problema com o ministro

    Mais:

    Moro incomoda PT, oposição e o presidente da República, acredita especialista
    Moro e Mandetta determinam que descumprimento de quarentena poderá levar à prisão
    Moro e Guedes se unem a Mandetta contra Bolsonaro, diz jornal
    Tags:
    Brasília, Brasil, Veja, Capitão Augusto, Ministério da Justiça do Brasil, Ministério da Justiça, Jair Bolsonaro, Sergio Moro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar