22:33 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil lidando com COVID-19 em meados de abril de 2020 (77)
    0 30
    Nos siga no

    Policiais Militares do Batalhão de Choque contiveram uma rebelião na tarde deste sábado (18) no Centro de Socioeducação Dom Bosco, unidade de internação para adolescentes, localizada na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

    Segundo publicado pelo portal G1, ao menos 100 adolescentes estavam no telhado da unidade. Policiais militares lançaram bombas de gás lacrimogêneo.

    O Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), agentes do Grupamento de Ações Rápidas da Instituição e do Batalhão de Choque entraram na unidade por volta das 14h e a rebelião foi contida após três horas.

    ​Dois servidores ficaram levemente feridos e foram levados ao hospital. Nenhum dos adolescentes ficou ferido, segundo o Degase.

    ​Segundo informações do SindDegase, o sindicato de servidores do Degase, além dos agentes feridos, colchões foram queimados, grades quebradas e portas arrancadas.

    "O Grupamento de Ações Rápidas está no local com a polícia, tentando conter o conflito, já que alguns dos internos tentaram fugir pela parte de trás da unidade", informou o sindicato.

    O motivo que levou ao início da rebelião foi a suspensão das visitas de familiares por conta da disseminação da COVID-19.

    Tema:
    Brasil lidando com COVID-19 em meados de abril de 2020 (77)

    Mais:

    Detentos fogem em massa após rebelião em presídio no litoral de São Paulo
    Colômbia registra onda de rebeliões em presídios devido à COVID-19 (VÍDEOS)
    Presídios: o que fazer quando o confinamento ajuda a espalhar COVID-19?
    Tags:
    COVID-19, Ilha do Governador, Rio de Janeiro, adolescentes, rebelião, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar