15:18 09 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil lidando com COVID-19 em meados de abril de 2020 (77)
    11233
    Nos siga no

    Segundo atualização do Ministério da Saúde desta sexta-feira (17), casos do novo coronavírus no país chegaram a 33.682, um aumento de 3.257 pessoas infectadas em relação ao boletim anterior.

    O aumento de vítimas fatais foi de 217, o que representa um acréscimo de 11,2%. O número de mortes atingiu 2.141. 

    No boletim de quinta-feira (16), a pasta contabilizava 30.425 casos confirmados da COVID-19 e 1.924 óbitos. 

    Em relação aos casos, houve um aumento de 10,7%.

    Os dados foram atualizados hoje no portal do Ministério da Saúde sobre a doença. 

    A taxa de letalidade — que compara casos confirmados no país com a incidência de mortes — é de 6,4%.

    São Paulo, estado mais afetado pela epidemia do coronavírus no país, tem agora quase 1.000 vítimas fatais pela doença. O número de casos é de 12.841, com 928 mortes. 

    Em seguida, aparecem o Rio de Janeiro, com 4.349 casos e 341 mortes; Ceará, com 2.684 casos e 149 óbitos; Pernambuco, com 2.006 casos e 186 vítimas fatais; e Amazonas, com 1.809 casos e 145 mortes. 

    A atualização desta sexta-feira (17) é a primeira desde que o novo ministro da Saúde, Nelson Teich, assumiu a pasta no lugar de Luiz Henrique Mandetta, demitido pelo presidente Jair Bolsonaro. 

    No mundo todo, segundo mapa virtual da Universidade John Hopkins, são mais de 2,214 milhões de casos confirmados e mais de 149 mil mortes.

    Tema:
    Brasil lidando com COVID-19 em meados de abril de 2020 (77)

    Mais:

    Novo ministro da Saúde recebe uma 'batata quente' de Bolsonaro, diz médico
    Coronavírus pode sobreviver por muito tempo a altas temperaturas, revela estudo
    Mandetta sai fortalecido após demissão e sensação de desamparo aumenta, diz cientista política
    Equador registra 421 mortes por COVID-19 após confirmação de 18 novas vítimas
    Tags:
    Ministério da Saúde, doença, governo, São Paulo, Brasil, epidemia, pandemia, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar