13:07 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2020 (99)
    13214
    Nos siga no

    O presidente da República, Jair Bolsonaro, entrou na manhã desta sexta-feira (10) no Hospital das Forças Armadas (HFA) em Brasília.

    Bolsonaro deixou o Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, por volta das 9h e evitou passar pela portaria principal, onde normalmente concede entrevistas aos jornalistas e cumprimenta apoiadores.

    O presidente se dirigiu ao Hospital das Forças Armadas e, ao ser questionado sobre os motivos da visita, Bolsonaro disse que foi "tomar sorvete". Os jornalistas insistiram na pergunta, e o presidente respondeu então que foi "fazer teste de gravidez". Na agenda oficial não constava esse compromisso.

    Ao sair do HFA, às 10h30, Bolsonaro parou em uma drogaria, onde tirou fotos com apoiadores. Ao ser perguntado sobre o que comprou na farmácia, ele não quis dizer.

    "Eu tenho o direito constitucional de ir e vir. Ninguém vai tolher minha liberdade de ir e vir", afirmou, citado pelo jornal Valor Econômico.

    Ao sair da drogaria, Bolsonaro visitou o filho Renan e, na saída, ouviu gritos de apoio e de críticas.

    A recomendação do Ministério da Saúde é para que a população evite sair de casa e não fique em aglomerações.

    Segundo o último balanço divulgado pela pasta na quinta-feira (9), o total de casos confirmados no Brasil do novo coronavírus chegou a 17.857 e o de mortes a 941.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2020 (99)

    Mais:

    Bolsonaro cita 'água de coco na veia' na 2ª Guerra Mundial para defender uso imediato da cloroquina
    Marco Aurélio arquiva notícia-crime contra presidente Bolsonaro
    Brasil registra mais 1.930 casos e 141 mortes pela COVID-19
    Tags:
    hospital, Jair Bolsonaro, Brasil, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar