17:24 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2020 (99)
    101131
    Nos siga no

    Neste domingo (5), um grupo de manifestantes bolsonaristas furou a quarentena em aglomeração na Avenida Paulista, em São Paulo.

    O grupo de cerca de 200 pessoas protestou contra as medidas adotadas no estado de São Paulo para conter a pandemia da COVID-19.

    Segundo relatou o jornal Folha de São Paulo, o grupo se aglomerou em frente à sede da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp). A Fiesp tem sido aliada do presidente Jair Bolsonaro e também é local conhecido por concentrações de manifestações políticas de direita.

    O grupo de bolsonaristas depois se dirigiu à Assembleia Legislativa do estado, onde entoou palavras de ordem contra o governador paulista João Doria.

    Doria tem trocado farpas com Bolsonaro desde o anúncio das medidas restritivas no estado. Junto à maioria dos governadores do país, tem contrariado a visão do presidente brasileiro, que defende que a quarentena não deve ser realizada por todos, apenas pelos grupos de risco. A posição do presidente tem gerado conflitos inclusive dentro do próprio governo.

    Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil tem hoje 11.130 casos e 486 mortes por COVID-19. O estado de São Paulo é o mais atingido pela doença em todo o país, com 4.620 casos e 275 mortes.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2020 (99)

    Mais:

    'Ele não tem coragem de tirar o ministro', diz Maia sobre possível demissão de Mandetta
    Bolsonaro tem aprovação de 33% e Ministério da Saúde de 76% diante de crise do coronavírus
    Datafolha: 59% são contra renúncia de Bolsonaro; 37% são a favor
    Brasil tem 11.130 casos e 486 mortes por COVID-19, diz Ministério da Saúde
    Tags:
    novo coronavírus, COVID-19, Fiesp, Jair Bolsonaro, João Dória Jr, São Paulo, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar