00:22 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2020 (99)
    1230
    Nos siga no

    A investigação do ministério estabeleceu que a disseminação do SARS-CoV-2 no país começou em 23 de janeiro, quando morreu uma mulher idosa.

    A primeira morte no Brasil como resultado do coronavírus ocorreu em 23 de janeiro, muito antes do primeiro caso positivo oficial, que foi relatado em 26 de fevereiro, concluiu o Ministério de Saúde após uma investigação. Nesse último dia, já havia 20 casos em investigação e 59 suspeitas descartadas, relata a rede Globo.

    Na realidade, a primeira pessoa infectada foi uma moradora de Minas Gerais, de 75 anos. O secretário de Vigilância em Saúde comentou o anúncio.

    "Lembrem-se que estamos fazendo a investigação de casos internados. Muitos desses casos estão com material colhido, e nós tivemos, a partir de investigação retrospectiva, a identificação do primeiro caso confirmado. Ele é da semana epidemiológica 4, de 23 de janeiro", relatou Wanderson Oliveira nesta quinta-feira (2).

    O caso de 26 de fevereiro era de um empresário de 61 anos, morador em São Paulo e que tinha viajado para a Itália, país que estava se tornando o centro da pandemia de COVID-19. O homem se curou da doença sem ser colocado em internamento.

    Foi igual com o zika

    Uma mudança na data semelhante ocorreu com o vírus da zika há alguns anos, afirmou o secretário.

    "Isso foi feito também no zika vírus. Inicialmente achávamos que os primeiros casos eram de abril de 2015 e, um ano depois, com investigação retrospectiva, verificamos que tinha um caso de zika vírus identificado em banco de sangue na região amazônica desde abril de 2014", disse Wanderson.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2020 (99)

    Mais:

    Ministério da Saúde: Brasil tem 7.910 casos confirmados e 299 mortes por coronavírus
    'Brasil teve que parar', diz Trump após conversa com Bolsonaro sobre coronavírus
    Congresso ganha 'protagonismo' frente a Bolsonaro durante crise, diz analista
    'População não pode esperar': Maia cobra de Bolsonaro liberação rápida da renda emergencial (VÍDEO)
    Tags:
    Ministério da Saúde, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar