15:46 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2020 (99)
    342
    Nos siga no

    Números do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) no Rio de Janeiro apontam que houve melhora na qualidade do ar na região metropolitana do estado durante o período da quarentena imposta para conter a pandemia da COVID-19.

    Segundo publicou a Agência Brasil, o Inea mensurou a concentração de dióxido de nitrogênio (NO2) apontando redução da presença do elemento no ar e, por consequência, "expressiva melhora na qualidade do ar" durante a quarentena no estado.

    O poluente é emitido principalmente através da queima de combustíveis, tanto de automóveis, quanto em atividades industriais, destaca a agência.

    O Inea aponta que houve redução de 77% do poluente nos números da estação de monitoramento da qualidade do ar no Distrito Industrial de Santa Cruz, e de 45% em Duque de Caxias no período entre 23 e 25 de março.

    A análise do Inea abrange dados de 58 estações de monitoramento espalhadas pela região.

    Durante a quarentena imposta em regiões da China ao longo do pico da crise da COVID-19 no país, diversos meios também já haviam destacado a diminuição da poluição na região. O mesmo foi observado em seguida na Europa com a expansão da epidemia até o continente.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2020 (99)

    Mais:

    ONU: qualidade do ar na China melhorou devido ao coronavírus
    Restrições impostas por coronavírus diminuem poluição na Europa
    'População não pode esperar': Maia cobra de Bolsonaro liberação rápida da renda emergencial (VÍDEO)
    Tags:
    novo coronavírus, COVID-19, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar