21:50 01 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Por
    Brasil enfrenta COVID-19 (101)
    72112
    Nos siga no

    Após postagens do presidente do Brasil terem sido apagadas no Twitter, façanha conseguida antes apenas pelo líder da Venezuela, internautas começaram a dividir como era a vida antes de Bolsonaro na Presidência da República.

    No domingo (29), o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, teve duas publicações deletadas pelo Twitter por violarem as regras de uso da rede social de divulgação quanto ao novo coronavírus.

    Em nota, o Twitter escreveu ter expandido suas regras "para abranger conteúdos que forem eventualmente contra informações de saúde pública orientadas por fontes oficiais e possam colocar as pessoas em maior risco de transmitir COVID-19".

    Os tweets deletados correspondem a uma série de publicações de Jair Bolsonaro andando e cumprimentando cidadãos em Brasília, em discordância com as regras de isolamento apoiadas pelo Ministério da Saúde do Brasil e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). No lugar dos dois tweets publicados por Jair Bolsonaro, surge a seguinte mensagem: "Este Tweet não está mais disponível porque violou as Regras do Twitter."

    Vale destacar que a nível presidencial, antes de Jair Bolsonaro, somente o líder venezuelano, Nicolás Maduro, teve publicação deletada pelo Twitter ligada ao coronavírus, divulgou a Folha.

    Depois de Bolsonaro ter conseguido algo que só Maduro conseguiu, internautas começaram a trazer algumas versões de como era a vida antes de Jair Bolsonaro governar o Brasil.

    Você tinha ideia?

    ​Não têm mais vergonha?

    ​Saudade de quando éramos um país?

    ​E o PT, hein?

    ​Uma conta bolsonarista chamou a Folha de "jornaleco" e perguntou "quantos já morreram de fome por culpa de Bolsonaro".

    ​Apenas a esquerda tinha voz?

    ​Integrantes de "A Praça É Nossa"?

    ​Com quase 8 mil tweets, o assunto "Antes de Bolsonaro" figurou entre os assuntos mais comentados no Twitter nesta segunda-feira (30).

    Tema:
    Brasil enfrenta COVID-19 (101)

    Mais:

    Brasil tem 136 mortes e 4.256 casos de coronavírus confirmados, diz Ministério da Saúde
    Bolsonaro contraria recomendação da OMS e conversa com populares na rua (VÍDEOS)
    OMS contraria Bolsonaro e defende confinamento como ataque contra a COVID-19
    Tags:
    Twitter, novo coronavírus, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar