18:29 18 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil enfrenta COVID-19 (101)
    161233
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira (30) que que deseja aliviar o isolamento no Brasil e que o cenário atual está destruindo empregos e pode permitir que "aproveitadores cheguem ao poder".

    A declaração foi dada para a imprensa na saída do Palácio do Planalto.

    "Quando a situação vai para o caos, com desemprego em massa, fome, problemas sociais, é um terreno fértil para aproveitadores buscarem uma maneira de chegar ao poder e não mais sair dele", disse.

    Bolsonaro disse que não iria discutir a posição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que estendeu o isolamento social no país para conter a propagação do coronavírus até 30 de abril.

    "Eu vou não vou discutir. Brasil é diferente de qualquer outro país", declarou Bolsonaro.

    O presidente brasileiro disse que o desemprego gerado pelo isolamento pode gerar mortes também, citando depressão e suicídio.

    "Parece que o problema é o presidente. É que o presidente tem responsabilidade, tem que decidir. Não é apenas a questão de vida, é a questão da economia também, a questão do emprego. Se o emprego continuar sendo destruído da forma como está sendo, mortes virão outras por outros motivos", declarou.

    Tema:
    Brasil enfrenta COVID-19 (101)

    Mais:

    Trump estende orientações sobre 'distanciamento social' até 30 de abril
    Bolsonaro contraria recomendação da OMS e conversa com populares na rua (VÍDEOS)
    Bolsonaro volta a criticar isolamento social: 'todos nós iremos morrer um dia'
    Tags:
    Brasil, novo coronavírus, COVID-19, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar